Vem aí, 3° Congresso LIV Virtual: Sentir é Aprender!

Vem aí, 3° Congresso LIV Virtual: Sentir é Aprender!

16 de agosto de 2021

LIV REALIZA A TERCEIRA EDIÇÃO DO MAIOR CONGRESSO DE EDUCAÇÃO SOCIOEMOCIONAL DA AMÉRICA LATINA NOS DIAS 24 E 25 DE AGOSTO

 

Nos últimos meses, fomos atravessados por um turbilhão de sentimentos com as mudanças trazidas pela pandemia. E a todo instante estamos envolvidos em situações que, ao mesmo tempo, podem nos ensinar e nos colocar em contato com diferentes emoções. Seja na sala de aula, no trabalho, em casa ou, até mesmo, em uma troca no ambiente virtual, estamos sempre disponíveis para novos aprendizados. Você se lembra do que sentiu ao aprender algo novo ou ao entender algo por uma nova perspectiva?

Pensando nessa relação, o LIV – Laboratório Inteligência de Vida – apresenta o 3º Congresso LIV Virtual: Sentir é Aprender nos dias 24 e 25 de agosto. Gratuito e aberto ao público, o evento traz importantes nomes do cenário nacional e internacional para conversar sobre aprendizados, sentimentos e emoções, e debater sobre paralelo entre aprender e sentir, apresentando as duas temáticas como indissociáveis e igualmente necessárias. As inscrições podem ser feitas clicando aqui e a transmissão será realizada pelo canal do LIV no YouTube.

Um dos grandes destaques desta edição acontecerá já no primeiro dia de evento, a partir das 17h: uma roda de conversa mediada pela jornalista e apresentadora Glória Maria com a participação de personalidades como a escritora Conceição Evaristo, o MC e escritor Emicida, a historiadora Lilia Schwarcz, a educadora Lília Melo e o psicólogo Lucas Veiga, reunindo diferentes visões, profissões e experiências de vida, para mostrar como o sentir e o aprender se conectam.

Logo após a roda, às 19h, o dia se encerra com uma entrevista exclusiva do psicanalista e escritor francês Charles Melman que, no auge dos seus 90 anos, discorre sobre o tema “Do que nossos adolescentes sofrem?”. Considerado um dos principais seguidores do trabalho de Jacques Lacan e Sigmund Freud, Melman foi escolhido pelo próprio Lacan para ser um dos dirigentes da École Freudienne de Paris. É também um dos fundadores da Associação Lacaniana Internacional e autor de diversas obras de referência para a psicanálise.

Na conversa, Melman cita os problemas e questionamentos enfrentados pelos jovens e como a pandemia pode ter agravado essa situação. “O adolescente tem a impressão de que ninguém o compreende. É uma fase em que deixa de ser criança e passa a questionar a família. Com a pandemia e o isolamento social, o adolescente perdeu a possibilidade de sustentar o pertencimento a um grupo, que tem os mesmos problemas que os seus, e é jogado novamente na família, com convívio 24 horas por dia. Fora do seu grupo e do contato com os amigos, os adolescentes passam a achar que não tem um espaço reservado para eles na sociedade. Com tudo isso, vemos um crescente aumento de casos de suicídio entre os jovens. E qual é o papel da escola e como ela pode atuar nessa prevenção?”, questiona Melman.

No dia seguinte, 25 de agosto, a partir das 15h, o público poderá acompanhar diversas palestras relacionadas à educação, considerando o papel da escola ao lidar com a saúde mental da sua comunidade, como “A importância do acolhimento nesse retorno”, “Como está a saúde mental do professor?”, “Vulnerabilidade é potência”, entre outras. Às 19h, finalizando o evento, o educador espanhol Jorge Larrosa fala sobre “Como a experiência nos afeta na educação”. Larrosa é professor de Filosofia da Educação na Universidade de Barcelona, na Espanha, e doutor em Pedagogia e membro de conselhos de redação e comitês científicos de diversas revistas internacionais.

Segundo Larrosa, a experiência na educação tem uma importante contribuição na formação e transformação do indivíduo, tanto pessoal como profissionalmente. “Um dos maiores problemas que a escola está enfrentando atualmente é a falta de interesse das crianças e jovens. E para o professor está cada vez mais difícil mostrar a elas que o mundo é interessante. Por isso, temos que pensar em uma escola mais rica em experiências, em experiências de mundo, criando assim jovens mais atentos, mais conscientes, mais inteligentes, mais interessados. A escola não é mais uma máquina de produzir aprendizagem apenas”, explica Larrosa.

Durante o 3º Congresso LIV Virtual: Sentir é Aprender, as mais de 500 escolas parceiras do LIV também poderão participar de oficinas exclusivas ao vivo através de plataformas digitais. Elas acontecerão no dia 25 de agosto, a partir das 14h, abordando temas como “Práticas Antirracistas”, “Cuidado com o corpo”, “Inspirar para transformar”, “Inovação e tecnologia na sala de aula”, “Inclusão e PCD”, entre outras.

“Estamos muito animados e felizes com o Congresso LIV se apresentando como porta-voz de um tema tão necessário e urgente. Teremos uma diversidade de olhares sobre “Sentir é Aprender” através da opinião de convidados especiais, como Conceição Evaristo, Emicida e Glória Maria. Como já é tradição nos Congressos do LIV, também teremos a presença de personalidades internacionais que promoverão debates profundos, aproximando famílias, alunos e escolas. Além disso, contaremos com diversas oficinas dedicadas exclusivamente para as escolas parceiras do LIV debatendo sobre temas como saúde mental, experiência na educação e ensino híbrido. Com o Congresso, o LIV deseja trazer a importância do desenvolvimento socioemocional nas escolas e para além de seus muros. Esperamos que todos saiam aprendendo mais sobre si, sobre o outro e sobre o mundo.” conta Fabiana Decnop, gerente executiva de marketing do LIV.

Considerado o maior evento sobre educação socioemocional da América Latina, o Congresso LIV já foi realizado em três edições presenciais e, durante a pandemia, inovou em duas edições no formato virtual: completamente gratuitas e com propostas abertas ao público. Nas duas edições de 2020 foram mais de 50 mil inscritos. Nomes importantes no cenário internacional e nacional como Daniel Goleman, Domenico de Masi, Edgar Morin, Howard Gardner, Paul Tough, Rosely Sayão, Christian Dunker e Alexandre Coimbra, além dos influenciadores Lázaro Ramos, Ingrid Guimarães e Bernardinho já participaram do evento.

“Na contramão do século passado, habilidades socioemocionais, ética e cidadania serão tão ou mais importantes do que competências técnicas. No LIV não olhamos para o aprendizado apenas, sem considerar os sentimentos envolvidos nele. Eles são igualmente importantes na vida. O LIV leva a sério o sentimento na escola, sem se limitar ao espaço físico da instituição. O socioemocional passa também pela família, pelos educadores, e pelo impacto que podemos trazer hoje para o mundo. Com o Congresso, queremos levantar o debate sobre a importância do socioemocional e convidar o público em geral a ser LIV também”, conta Caio Lo Bianco, diretor e idealizador do LIV.

 

Programação completa:

Dia 24 de agosto

17h – Abertura por Joana London, psicóloga e gerente executiva pedagógica do LIV, sobre como o socioemocional conecta a comunidade escolar.
17h30 – Roda de conversa “Sentir é Aprender, Aprender é Sentir” com a escritora Conceição Evaristo, o MC e escritor Emicida, a historiadora Lilia Schwarcz, a educadora Lília Melo e o psicólogo Lucas Veiga, e mediação da jornalista Glória Maria.
19h – Entrevista com o psicanalista e escritor francês Charles Melman com o tema “Do que nossos adolescentes sofrem?” feita por Caio Lo Bianco, mestre em educação, diretor e idealizador do LIV.

Dia 25 de agosto

15h – Abertura por Maria Cecília Brennand, gerente de relacionamento do LIV, entrevistando a equipe pedagógica sobre a construção do programa, novo ensino médio e a importância da formação continuada na escola.
15h30 – Entrevista “Como está a saúde mental do professor?” com Roberta Desnos, coordenadora pedagógica LIV, e a professora Gina Vieira.
16h – Palestra “A importância do acolhimento nesse retorno” com a psicóloga Érica Quintans.
17h – Palestra “Vulnerabilidade é potência” com o educador Eduardo Valadares.
18h – Palestra “Como manter sua equipe aberta para inovação” com o diretor de educação Jones Brandão.
19h – Entrevista com educador espanhol Jorge Larrosa com o tema “Como a experiência nos afeta na educação” feita por Joana London, psicóloga e gerente executiva pedagógica do LIV.

15h / 16h / 17h30 – Workshops exclusivos ao vivo através de plataformas digitais para as escolas parceiras do LIV.

 

Assine nossa news

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *