A delicada ideia de fazer planos em 2021

30 de dezembro de 2020

Está pensando na dificuldade de fazer planos para o futuro? Você não é o único. Confira abaixo duas entrevistas que debatem essa questão!

 

2020 foi um ano de muitos planejamentos frustrados. Não por menos, a ideia de pensar e planejar os próximos passos para 2021 enche de receios o coração de muita gente. Na área da educação, onde a virada de ano costuma ser dedicada ao planejamento pedagógico do período letivo seguinte, não é diferente. E para falar sobre essa delicada ideia de fazer novos planos, escutamos Juliana Hampshire, psicóloga e consultora pedagógica do LIV, e Jones Brandão, diretor pedagógico da ferramenta Agenda EDU. Ouça nos dois áudios a seguir:

 

Como a pandemia afeta nossa noção de planejamento

Fazer planos nunca foi uma tarefa fácil, não é mesmo? Se isso já era difícil antes, com a noção de realidade imposta pela pandemia ficou ainda mais complicado. “Fica muito difícil a gente pensar em até dois meses. Tudo o que planejamos para 2020 não aconteceu como a gente esperava, então precisamos fazer um luto desse planejamento para ir refazendo semana a semana os passos para a gente viver de uma maneira melhor”, explica a psicóloga Juliana Hampshire, consultora pedagógica do LIV.

Em 2021, ela acredita que os impactos desse luto trarão questões que antes não eram tão evidentes. “Isso traz para a gente uma noção de realidade e de que a vida não é antecipável, e faz com que a gente precise ser mais flexível”, pondera.

Em gravação exclusiva para nosso blog, Juliana analisou alguns aspectos psicológicos que costumam surgir diante do ato de planejar. Também contou sobre como o LIV vem pensando o próximo ano junto às escolas parceiras e ofereceu reflexões sobre como equilibrar o planejamento com a possibilidades de uma frustração caso ele não se concretize, além de recomendações para os educadores que estão refletindo sobre os caminhos para 2021.

Clique no player de áudio abaixo para escutar a fala completa da psicóloga:

Como educadores e líderes podem se preparar para 2021

Planejamento também está no cerne do trabalho do aplicativo Agenda Edu, programa voltado para otimizar a comunicação entre escolas e famílias e um dos parceiros educacionais do LIV. Por isso, convidamos Jones Brandão, diretor de educação da ferramenta, para dar continuidade a essa conversa sobre a delicada ideia de fazer planos para 2021. 

Ele falou sobre como entende o papel da escola diante dos desafios de equilibrar o planejamento do próximo ano letivo e ofereceu recomendações valiosas e dicas práticas para educadores e líderes da educação levarem em consideração quando estiverem com suas agendas e planilhas em mãos.

Nossa conversa com Jones também foi em áudio e você pode escutar o conteúdo completo clicando no botão de play a seguir:

 

Mergulho de autoconhecimento

Ter flexibilidade dentro de diversos cenários possíveis é a mensagem principal desse momento. É claro que essa abertura e maleabilidade não virão imediatamente, mas, como frisaram Juliana Hampshire e Jones Brandão em suas entrevistas, a vida nos mostra que há outros caminhos possíveis. E, encontrando respiro e vida nos lugares onde a gente menos espera, podemos ver o que aprendemos de nós mesmos em 2020 e como podemos aprender ainda mais em 2021. 

O importante, sobretudo, é que essa reflexão permita um mergulho no autoconhecimento e favoreça um olhar de realidade para o futuro. Para o novo ano que segue, estudamos as melhores referências para oferecer um conteúdo que respondesse aos anseios das escolas diante das novas configurações sociais, e com uma ampliação também no segmento on-line. Conheça os principais lançamentos do LIV para a educação socioemocional em 2021. Confira agora!

Assine nossa news

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *